Visões estranhas durante a Viagem Astral

domingo, 23 de agosto de 2015
Hey,  olhem eu aqui de novo! Falei que eu ia voltar e voltei! Eu sempre volto! Sou pior que o Jason! hahaha piadinha sem graça essa.

    Então, queria compartilhar algumas experiências minhas com vocês. Bem, acho que já faço isso, mas ok. rsrs.
    Eu estou mais próxima das fadas. Já consigo sentir o portal se abrindo. Porém, quando elas estão prestes a atravessar ou me atravessarem, o portal enfraquece de repente. É como se eu não tivesse energia o suficiente para mantê-lo aberto. Eu sei que se trabalhasse com a ajuda de alguém seria mais fácil, mas com quem eu faria isso? O Thiago tem medo de ser raptado pelas fadas e eu mesma já disse para ele que se elas levarem ele ao invés de mim, eu vou atrás dele e dou na cara dele. kkkk. Não. Falando sério. Eu preciso encontrar pelo menos duas pessoas que me ajudem porque eu não tenho energia o suficiente. Não, com os elfos me drenando dia e noite.
    Eu sei que nas vezes em que entrei em transe, consegui ver imagens bem claras de um reino onde nunca estive antes. Se lembram daquele relato "Um fado que se parecia com um Hobbit", que eu postei em A Dança Das Fadas? Pois é. Tenho visto imagens daquele mesmo lugar, mas com criaturas diferentes. São apenas flashes como se eu pudesse espiar por uma fenda e mais nada. Vi uma criatura com pele marrom e orelhas muito pontudas, sentada num sofá com um copo de suco de laranja na mão. Não saberia dizer se era um goblin ou duende em sua verdadeira forma, mas apesar de sua aparência tosca, o bichinho parecia amigável e sua casa parecia com a casa de um nobre. Também vi uma casa mais simples, antiga. Num campo. Uma moça vestida como na época medieval saiu para fora e encarou diretamente para mim. Ela gesticulou e falou, mas como eu não ouvia nada do que ela dizia, ela se zangou  e fechou a porta. Ela era muito linda, com longos e lisos cabelos loiros. E olhos azuis. Não queria ir embora, mas como eu não era bem vinda ali, eu voltei para trás. Outro flash me veio a mente e dessa vez, eu estava no fundo do mar. Vi uma espécie de cor amarela de planta, mas não consegui identificar qual era nem se havia um exemplar semelhante nessa dimensão. Eu percebi que conseguia respirar embaixo da água enquanto dois seres com longas caudas me levavam. Um era masculino. Tinha a pele toda azul e cabelos negros que tocavam os ombros. E o outro parecia feminino. Tinha longos cabelos negros e uma pele branca como a neve. Eles sorriam para mim e ora ficavam visíveis e ora invisíveis. Eles me mostraram corais e cardumes coloridos e eu estava adorando o passeio até que quando cheguei na parte mais profunda, algo estranho aconteceu. Uma face de pedra com olhos de um azul muito intenso me encarou. Aquela coisa chegou bem perto de mim e me encarou, muito séria. Era do sexo masculino. Notei, pelos seus traços faciais. Parecia má. Fiquei com muito medo. Não esperava ver aquilo numa simples Viagem Astral (e o tempo todo eu estava consciente, por isso, pensava ter tudo sobre controle). Abri os olhos, assustada. Levei alguns minutos para só então, eu decidir dormir.

    Até agora estou intrigada com isso. Quem ou o que poderia ser aquela coisa de pedra? Poseidon, talvez? Mas ele não é de pedra. Certo? Então, não sei o que era aquela coisa e não quero voltar a vê-la. Que a deusa me livre!

Belo Sumiço

sábado, 22 de agosto de 2015

Olá, gente! Como estão?
Há uns dias, a Dani veio aqui explicar o motivo de seu sumiço, então eu me senti na obrigação de vir me justificar também, pois faz alguns meses desde a minha última postagem.

Ultimamente eu tenho andando muito ocupada, e me esforçando para me dividir em várias porque às vezes não tenho tempo suficiente nem para respirar.
Pela manhã eu faço os trabalhos escolares, à tarde estou na escola e chego só à noite. E nessas poucas horas livres eu tenho que ler meus livros, estudar para o Enem, jogar AD e Eldarya, assistir séries, e adiantar alguns exercícios porque deixar tudo para a manhã não dá certo.
 E ainda tenho mais dois blogs para administrar, e já estou quase entrando em hiatus em um, novamente. Sem contar essa internet horrível que só funciona quando quer.
Além disso, não tenho estudado exclusivamente a Wicca. Como geminiana, eu sou muito inconstante e sempre que me dou conta já estou lendo várias outras coisas. Ultimamente eu tenho lido bastante sobre espiritismo, hinduísmo (sim!), e até magia do caos. E também tenho andando interessada em artes divinatórias, mais especificamente numerologia. Estou pensando em aprender tarot também, mas estou deixando de lado por enquanto, pelo menos até as condições financeiras saírem do vermelho.

Isso não é tudo. Passei um tempo sem nenhum entusiasmo, sem cabeça para nada que envolvesse ocultismo, cansada, sem nenhuma vontade de fazer qualquer coisa de útil, e a única coisa que eu pensava em fazer quando acordava era voltar a dormir. Posso dizer a vocês que não tem coisa pior que estar à beira da depressão. Mas agora estou bem, tentando administrar melhor a minha energia.


Bem, é isso. Estou me esforçando super para conseguir um tempo livre para postar. Vou tentar aparecer mais, ok? Prometo!

Desculpas de uma blogueira desaparecida

quinta-feira, 16 de julho de 2015
     Hey, seus lindos? Como vão? Sentiram a minha falta? Eu espero que sim!
Gostaria de começar, me desculpando. Eu sumi muito tempo, mas não foi porque eu quis, viu? E, agora eu estou me dividindo em duas, três... Para atualizar blogs e fanfics, jogar AD, namorar, responder emails e comentários e ainda me divertir um pouco com os meus amigos. Sim, está uma loucura!
    E, olha que eu tenho de postar no Castelo Da Bruxa antes que o Bruno pense que eu não gosto de trabalhar com ele e me dê uma vassourada! Tô preparando um post bem cool para o blog divo do meu amigo lindo!
    Confesso que estou encantada com o progresso do Bruno! Não tem nada mais lindo que ver alguém levando a sério a Wicca, aprendendo, evoluindo e compartilhando isso com os outros, como ele está fazendo. Sério. Eu ainda me lembro quando falei ao Bruno que ele ia longe e ele está mesmo indo longe! Confio plenamente nele e no que ele está ensinando. Por isso mesmo que eu aconselho a todos vocês a seguirem e participarem do grupo do Bruno, lá no Face. Se não me engano, o nome é O Castelo Da Bruxa - Para jovens estudantes. Mais ou menos isso. Como eu fiquei muito tempo sem poder entrar na internet, eu perdi o link, mas é só perguntar ao Bruno, no Blog dele ou mesmo no Face. Eu vou caçar esse link depois e anexar no blog. ;)

     Gostaria de avisar também que não estou mais no Face como antes. Tem temporadas que eu amo e posso ficar no face, mas não é sempre que isso acontece. Por isso, não espere até que eu fique Online para me perguntar algo. Vai lá e digita. Quando eu visualizar eu respondo. E eu tô cheia de perguntas para responder.... Algumas eu só visualizei e ainda não respondi, mas vou responder. Não se descabelem! Eu só tô começando com as mais urgentes, sabe? Entretanto, não significa que não vou responder. Eu vou! Mas tudo a seu tempo. Peço que tenham paciência, meus amores. 

      Eu não postei nenhum vídeo em O Castelo da Bruxa porque não tive como. Quero explicar porque o Bruno e meu amigo e eu não quero que ninguém pense que briguei com ele porque eu adoro ele! Então, o gravador do meu note é escroto. Não grava nada. Não sei se o áudio sai muito baixo ou se está estragado mesmo. O fato é que não vou mais mandar meu computador pro conserto. Enquanto ele escrever e acessar a internet tá beleza. 
       Tô juntando uma grana e até o final do ano, eu espero ter o bastante para publicar Elo e comprar uma câmera. 
       Com a câmera em mãos, eu vou poder fazer um vlog bem louco! haha. Eu amo tanto câmeras! Mas não gosto de aparecer nelas, gosto de operá-las. Vai entender....
        Outro probleminha também vai ser o lugar e a hora ideal para fazer os vídeos porque o pessoal aqui de casa é muito agitado e barulhento. Pense num som de fundo barulhento... neh.

    Bem, eu acho que era só isso que eu tinha para contar.
Beijinhos com sabor de mel.

Os bruxos estão na web

quinta-feira, 28 de maio de 2015


    É incrível como eu sou tão lesa! Já é a segunda vez que perco um Webnário ao vivo de Eddie Van Feu! Vê se pode? Eu sei que dá para ver depois e tal, mas... Porra! Eu quero sentir a emoção do momento.
    ~Tá, respira e continua.
Então, eu gostei muito desse lance de a Eddie postar vídeos porque isso aproxima mais ela de seus leitores e eu adorei finalmente ouvir a voz dela. Gente, sou muito fã dessa bruxa diva! E se você também é, fica esperto e não perca nenhum webnário dela porque, ela sempre ensina coisas maravilhosas, sobre fadas, dragões, alquimia (foi o último tema, não?) e muito mais vem pela frente! É só vocês não ficarem dormindo como eu e ficarem atentos. Sigam a página oficial dela, lá no Face: 
     E por favor, quem for meu amigo, me marque sempre que ver um post sobre webnário novo porque... Porque eu vivo alienada, perdida entre Fanfics, Vocaloids (esse trem vicia mesmo, hein?) e Diários Do Vampiro (esses pestes dos meus irmãos assistem saporrah todo o tempo e eu tipo... Viciei sem querer querendo).
       Também tem a comunidade do meu querido amigo Bruno De Vitto, onde tem vídeos novos todas as semanas. Eu fiquei de postar um vídeo lá, mas eu não o que o meu computador tem que não grava nada. :/ Acho que meu gravador é muito baixo ou slá.
     Para não perder nenhum vídeo, corre lá e se inscreve na comunidade:
O Castelo Da Bruxa - Comunidade
    

     Estou pesando seriamente em fazer um vlog, mas primeiro preciso de uma bendita câmera e me decidir se faço um vlog de terror ou um de magia. Talvez, eu devesse ter três vlogs porque sou uma garota confusa, que não sabe bem o que quer. Bem, eu até sei, mas... É errado querer várias coisas ao mesmo tempo? rsrs.
     É isso, queridos. Só queria compartilhar isso com vocês e... Ah! Ando com dificuldades para entrar no Face. Não sei se estão me mandando mensagens, mas se estiverem, eu respondo quando conseguir visualizar qualquer coisa lá por mais de um minuto.
      Beijos.

Prece ao Elemento Ar para aplacar a fúria dos inimigos

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Ó vento, tu que passas por nós, ora cantando doce e suavemente, ora suspirando e lamentando-se em uivos, leva para longe e aplaca a fúria de meus inimigos.
Tu, vento, que sobes pelas montanhas e desces com os vales, espargindo seu suave frio pelos caminhos, tu podes arrastar para longe as maldades, as más palavras de meus inimigos. E em sua glória, em seu poder de limpeza, eu serei feliz.