Duendes & Gnomos

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

ALDABONERO: Duende mineiro do mundo feérico. Habita na região de Cornualles e Devon. É um ser muito amável e benfeitor para esses trabalhadores. Seu aspecto é muito feio e apresenta a cabeça coberta por um gorro mineiro.

AMATPATHENYA: Gnomo de pequeno tamanho, com sessenta centímetros de estatura e pele completamente branca, segundo segundo os índios mojaves do norte da América. Entre suas habilidades está a de conhecer o futuro, e lhe atribuem outros poderes mágicos. Seu corpo não é de todo humano, já que parece um grande galo com cabeça humana.

ARAK: Duende doméstico de Camboja. É o guardião da casa onde habita. Cuida da família com a que divide a casa, mostra-se muito benévolo com eles e ajuda-lhes em diferentes tarefas agrícolas.

ARQUETU: Duende que habita as zonas montanhosas de Cantabria. Seu aspecto é de um velho com pele e barba de cor vermelha. Se veste com uma túnica que chega até o chão, de cor branca. Em seu ombro leva uma bolsa de couro de pastor. Gosta de percorrer o bosque ajudando as pessoas .

BALLIDAG: É um gnomo do Lar, muito gordinho e que transmite fluidos positivos que protegem sua família, tornando sua casa aconchegante e tranquila.

BERGFOLK: É um duende doméstico escandinavo de diminuto tamanho. Possui um comprido nariz e pode tornar-se invisível, ou por vontade própria, adotar a forma de um animal ou objeto. É de grande ajuda com as tarefas domésticas.Em toda a casa que existe um Bergfolk há muita alegria, ordem e boas energias.

BERGMALLEN: É um duende que habita nas montanhas Suíças. Possui uma estatura muito diminuta e é invisível para o olho humano. É um perito em ervas medicinais e gosta de dançar à luz da lua. Com um Bergmallen morando em seu lar, seguramente ele será muito alegre. O duende também ajudará a tomarmos boas decisões e a encontrar um bom terapeuta.

BERITH: Duende doméstico que habita na Noruega. Gosta muito de cuidar de cavalos e relacionar-se com eles. Também é conhecido pelo nome de bonasses.



BERSTUC: Gnomo que vive na Bretanha. É de pequeno tamanho, apenas alguns centímetros de altura. Gosta de viver debaixo dos dólmenes e menires. É um duende que concede desejos.

BILLY WINTER: Duende doméstico que habita as granjas da região de Lancashire. Ajuda nos trabalhos domésticos, enquanto sua principal atividades é cuidar das mulheres mais jovens que vivem nele.

BLUE CAP: Clássico duende das minas inglesas de estanho, conhecido também como gorro azul. Só aparecem como uma luz de cor azul. Ele ajuda o trabalho dos mineiros, porém sempre pede algo em troca.

BOGGART: É um duende inglês doméstico. É muito travesso e aficionado em assustar as famílias movendo objetos da casa. Gosta de apresentar-se na forma de animais. Possui a virtude de conceder desejos.

DRAGAMM: É o duende que se dedica à proteção e cuidado dos minerais e metais preciosos. Possui a virtude de atrair bens e valores materiais, esse dentro de seu estado natural. Com Dragamm conseguirás bens materiais e alcançará uma boa posição social.

DRUZ: É o duende da Amizade. Acompanha-o por toda a parte, espalhando carinho e afeto por onde passa.

DULEI: É o duende da Alegria.  Risonho e alegre traz otimismo e temperança. Atrai bons fluídos, faz o homem tirar proveito de suas possibilidades.

DUNAZ: É o Duende da natureza  e devemos invocá-lo quando desejamos plantar e semear. Conhece todos os mistérios das plantas e do reino vegetal.

DUNDO:  É o duende da União. Traz para o ambiente a amizade e a solidariedade, propicia confiança mutua a todos que toca e rege. É o duende que se torna mais facilmente amigo dos homens, espanta os inimigos se ele estiver presente.

EDOSS: É o duende que nos ajuda a trabalharmos a falta de confiança de nós mesmos, como também, os sentimentos de inveja e ciúmes que obscurecem nossa aura. O descrédito pessoal pode levar-nos à desejos destrutivos. Edoss com seus raios de arco-íris nos traz harmonia e segurança.

ELIO: É um gnomo que nos ajuda a melhorar a auto-estima, nos transbordando de forças e energias, necessárias para sairmos de depressões ou superarmos grandes desilusões.

EUNSECH: É um duende muito poderoso, que tem por atributo afastar pessoas maliciosas de nossas vidas. Possui uma grande força interior e uma paciência infinita, ajudando-nos nos momentos mais difíceis. Com Eunsech sempre obterás muita paz.

GINN: É um duende árabe que se alimenta de fumo. É muito útil aos homens, ensinando-lhes ciência e medicina ou inspirando-lhes poesia. Com Ginn encontrarás inspiração e criatividade.

GLUM: É um gnomo do Amor. Carinhoso e muito romântico, passa ótimas vibrações emocionais, em sintonia com o amor.

GNOA:
Gnoma da criatividade, ligada as artes e todo tipo de criação, favorece o raciocínio abstrato e é muito intuitiva, muito ligada aos artistas e suas obras.



GOBE : É o Gnomo da sabedoria, que possui o poder do conhecimento cultural, das palavras e da  essência do mundo real.  É conselheiro, prestativo e adepto dos ambientes seguros e serenos, atua com humildade, favorece a quem precisa tomar constantes decisões.

GORGO: Desde que São Patrício o curou, Gorgo dedicou sua existência para nos libertar do mal. Ele nos ajuda nas tarefas de purificação e libertação. Gorgo te ajudará a libertar-te de toda a negatividade.

HATMIE: É o duende encarregado da saúde.

HELGO: É o duende da Sorte. Afasta qualquer influência negativa e é capaz de realizar os mais incríveis desejos

dos que conquistarem sua simpatia.



HERSHEY: É o duende que cura nossas dolências físicas, espirituais e psíquicas, atuando com o poder ancestral da Deusa Danann. Com Hershey sentirás bem-estar físico e mental que permitirá desenvolver tudo que desejas.



IGOR: É um gnomo da abundância muito poderoso e ao iniciar um Novo Ano, é interessante chamá-lo para nos trazer prosperidade e harmonia.



JEFTE: É o duende que deve ser invocado para acomodar situações de trabalho e dinheiro.



JENNY é o gnomo do amor e dos apaixonados, mas que detesta mentiras e enganos. Só o chame quando houver problemas de índole amorosa ou de desunião, com o seu cônjuge ou familiar.



JURRY: É o duende protetor das crianças.



KOBOLD: É um duende germano no interior das árvores sagradas. Entretanto, quando escolhem uma casa para viver, se escondem nos lugares mais escuros e não se movem dali. Ele dedica-se à proteger as dinastias duêndicas da raça humana. Adotando um Kobold encontrarás a força de vontade para alcançar as tuas metas, inteligência para aplicar em teus estudos, atrair riquezas e amores.

NAOMO: É o duende que possui a missão de proteger e cuidar de pessoas e animais. É um poderoso guardião que detesta a aspereza, a mediocridade e a grosseria. Ajuda também para solucionar depressões e angústias. Com Naomo, obterás proteção para teus entes queridos e ajuda nos estudos.

OLDH: É o duende que propicia a saúde, a gravidez e aumenta a fé. Alivia o mal-estar, as dores de cabeça e problemas gástricos.

OTBAT: É o gnomo que cuida do caldeirão de ouro. É ele que nos orienta no que se refere ao tema de dinheiro e juízos. Ao chamá-lo, virá para iluminar nossa mente para não nos equivocarmos no caminho do dinheiro e da justiça.

OZTALGO: É um gnomo que se apresenta com uma roupagem toda dourada com raios de prata e quando se faz presente o resplendor é grandioso e muito luminoso, é um ser que quando invocado emite à nossas auras os raios dourados da abundância.

RIMON: Duende brincalhão e alegre que pode ser visto à margem dos lagos, confeccionando vasilhas de barro. Com Rimon terás bem-estar, proteção e muita alegria.



RÍSCOLO: É um duende que vela pela saúde, pelo dinheiro e pelo amor.

RUSTY: É um duende que trabalha a terra incansavelmente. Passa muito tempo cuidando seu território, nos ajuda na troca de trabalho e cuida das plantas. Com Rusty não lhe faltará trabalho e terá suas plantas de jardim protegidas.

SAGMO:  É o Gnomo que mais age em influencia com o homem. Adquiri personalidade daqueles que o rodeiam com gestos e expressões parecidos. Propicia alto nível de sensibilidade, é o mais fácil a ser perceptível pelo ser humano.

SMARK: É um duende de proteção que afasta todo o mal. Ele nos coloca em uma bolha dourada fazendo com que as más energias não nos afetem. Ele é muito especial, pois cuida e amo todos os idosos e as crianças.

STÁGOROS: É o duende que cuida das plantas.

SUMIZIUSS: Duende protetor do dinheiro.

RUPALO: É o duende que se invoca para problemas de dinheiro, cobranças e justiça. Com Rupalo obterás proteção para todas as questões econômicas e judiciais.

TENDE: É o Duende da Sorte, que propicia boa sorte, fazendo o homem inesperadamente enriquecer, compreende os imprevistos da natureza, favorecendo momentos de felicidade.

TRUPPTY: É o duende dedicado aos pedidos de amor.

URUKK: Duende que protege o sonho dos meninos.

VERNY: É o duende que nos ajuda a nos libertarmos do baixo astral e limpa nosso lar ou casa de negócios.



VIKRAN: É o duende que outorga força, entusiasmo, saúde, dinheiro e amor eterno.Ele está sempre afugentando todo o mal de nossas vidas. Na noite de Natal é sempre bom presenteá-los com uma taça de vinho, mel e avelãs.

YARK: É o duende nos presenteia com muita paciência e entendimento. Só ele nos envia a vibração necessária para lograr a calma.

ZIMMO: É o duende da Alegria. Com seu ar brincalhão, irradia felicidade e otimismo à sua volta.

ZOCOSS: É o gnomo do dinheiro, ao qual devemos pedir trabalho. Ele é um grande protetor e administrador monetário que nos orienta com a administração de nosso dinheiro.

WULL: É o duende que afasta a tristeza e depressão. Outorga também, a beleza e a sedução.

Magia para os kelpies

domingo, 16 de novembro de 2014
http://3.bp.blogspot.com/-iqIylNr3sSk/UYADB9kx7uI/AAAAAAAAA_E/qOJGpKPFEMc/s400/ewkelpiepainting.jpg
   Os Kelpies são elementais em forma de cavalos que podem mudar de tamanho e que neste dia circulam por nosso mundo. Na véspera de 17 de novembro, deixe alguns cubos de açúcar na sua janela.
Os Kelpies, agradecidos, trarão boa sorte.
   No folclore irlandês, eles podem levar alguém para cavalgar mar adentro, levando a pessoa para seu Reino aquático.
   Versões macabras da lenda, afirmam que o Kelpie é um ser sombrio, que se apresenta como um cavalo negro, que está sempre molhado. Ele se aproximaria da pessoa, muito manso, e quando a pessoa o montasse, ele sairia em disparada e a levaria para as águas, onde a devoraria.
   A meu ver, há Kelpies bons e Kelpies ruins, como acontecesse com todos os elementais. Só depende de quem eles estão a trabalho. Se estão cumprindo ordens de um elemental superior malévolo, ou se estão cumprindo ordens de um elemental superior benévolo.
    Para o povo das Fadas (no geral), Kelpies são apenas montaria. Há tanta magia do outro lado, que certas coisas torna-se insignificante, como um Kelpie, por exemplo.
   Como sou fã de unicórnios e cavalos no geral, quer sejam encantados ou não, não posso deixar de homenagear esta criatura.
   E como estou feliz (porque Rumpelstilskin e Bela se encontraram no fim da primeira temporada de Once Upon A Time), vou ensinar vocês a fazerem cubinhos de açúcar. É super simples e ninguém vai poder dizer que não achou ou conseguiu fazer os cubinhos, hein? Quem falar, é filhote de Regina. haha.

Cubinhos de açúcar na forma gelo


Pegue formas de gelo de silicone. Esse método funciona melhor se escolher formas com formatos diferentes, como corações, animais ou algo diferente. As formas de silicone são as melhores porque você conseguirá remover os cubinhos de açúcar mais facilmente, sem correr o risco de danificá-los.

Coloque o açúcar em um recipiente. Você pode usar meia xícara, isso será mais do que suficiente para um iniciante começar a brincar.

Adicione uma colher de chá de água ao açúcar. Continue adicionando uma colher de chá por vez até que tenha uma pasta de açúcar e água. Não a deixe muito grudenta ou úmida, senão o açúcar se dissolverá.

    Nesse estágio, você poderá misturar algumas gotas de corante alimentício para ter cubinhos coloridos.
    Você também pode adicionar algumas gotas de essência de baunilha, amêndoas ou limão para ter um açúcar aromatizado.

Coloque a mistura de açúcar em cada espaço. Preencha-os pela metade, somente.
Pressione cada espaço com a parte de trás de uma colher, para ter uma superfície lisa e para que o açúcar vá até o fundo e fique sólido.

Seque o açúcar. Coloque a forma em um local seco para deixar a água evaporar. Se sua cozinha estiver úmida, os cubinhos podem não endurecer.
Remova os cubinhos de açúcar. Remova cada pedaço cuidadosamente, puxando pela base e ajeitando-o delicadamente na palma da mão. Armazene o açúcar em um recipiente fechado ou use-o logo em seguida.

A receita está pronta!

Dicas:

 
    *Os cubinhos de açúcar podem ser decorados para um lindo presente.
   * Uma combinação de açúcar refinado e mascavo é ainda mais bonita em uma mesa.
    *Os cubinhos de açúcar aromatizados são ótimos doces, usando o açúcar aromatizado com baunilha ou canela em vez do açúcar puro. O açúcar mascavo também tem uma cor muito bonita.
    *Os cubinhos feitos em casa podem ficar mais grosso, diferente dos comprados no supermercado.
   * Armazene os cubinhos longe da umidade.


   Fonte da receita de cubinhos:

Poção de rosas

quarta-feira, 5 de novembro de 2014
Coloque dentro de um pequeno caldeirão uma colher de sopa de folhas frescas de roseira ou uma colher de chá de botões de rosa secos, devidamente picados. Cubra com um quarto de xícara de água fervente e recite o encantamento:

"Essa poção de ervas, aqui dentro do caldeirão, foi impregnada com a verdadeira magia das fadas e ninfas. Por isso, digo esse encanto com intenção: Tudo será abençoado e ninguém ficará magoado, já que o retorno triplo na mente tenho guardado. Esse é o meu desejo e que assim seja!".

   Tampe o caldeirão e deixe a mistura em infusão por dez minutos, aproveitando este tempo para visualizar aquilo que deseja. Em seguida, transfira o líquido para uma xícara, adoce a seu gosto e beba-o.
  
   A rosa é uma flor do amor, regida pelo planeta Vênus e pelo elemento Água. Também ligada às fadas e às ninfas. Ela é considerada uma das ervas mais essenciais para os feitiços de amor. Mas as poções preparadas com rosas devem ser usadas magicamente para atrair a sorte, o amor, a proteção contra o mal e ainda para induzir os sonhos de natureza profética.

As Valquírias

segunda-feira, 27 de outubro de 2014
http://3.bp.blogspot.com/-PMkKF8C3L9A/UiwI41aDUCI/AAAAAAAAALg/95fsVwP1NoI/s1600/1010664_599818630050536_1739846370_n.jpg 
   Oi, bruxinhos? Como vão?
Estou sumida, eu sei... :p
Mas enfim, hoje, eu decidi postar alguma coisa sobre as Valquírias. Admiro muito as amazonas e as valquírias porque elas mulheres fortes e destemidas. Nada haver com aquela imagem de donzela inocente e ingênua que estigmatizou as mulheres por séculos.
     Muito se houve falar nestas heroínas, mas pouco sabemos sobre elas. Que tal conhecê-las?
...............................................................................................................................................

     Elas eram representadas sob a forma de virgens com plumagem de cisnes (por isso também eram chamadas de Virgens-cisne) e eram capazes de voar.
   Consideradas assistentes de Odin, elas eram descritas como jovens, bonitas, altas, fortes e guerreiras, que serviam comida e bebida para Odin e para os espíritos dos guerreiros mortos em combate, cuidadosamente escolhidos para compor a guarda pessoal de Odin.
   Quando não estavam cuidando dos feridos nos campos de batalha ou levando almas para os salões de Valhala, as Valquírias supervisionavam as batalhas de Midgard (o mundo dos homens).
   
   Valhala é o grande palácio de Odin, onde ele se diverte em festas na companhia de sua guarda pessoal. Lá era servida a carne de javali shrinnir e o hidromel fornecido pela cabra Heidrum. Quando não se encontravam no palácio, os guerreiros mortos se divertiam lutando. Todos os dias dirigiam-se ao pátio ou campo e lutavam até fazerem-se em pedaços. Esse era seu passatempo, mas chegada a hora das refeições, eles se restabeleciam dos ferimentos e voltavam para as festividades de Valhala.

    Quando uma Valquíria escolhia um mortal como seu favorito, ela o protegia, ensinando-lhe artes mágicas e permanecendo como sua guardiã por toda a vida. As Valquírias tinham o dom da profecia e, às vezes, mostravam em sonhos ou visões os perigos que os seus protegidos deveriam evitar.
    Aqueles que soubessem o nome de uma Valquíria poderiam chamá-la para protegê-lo ou ensiná-lo. Seus nomes eram:

 Brunhilde (malha de aço), Geirahod (flecha), Göll (grito de batalha), Gunnr (luta), Göndul (bastão mágico), Herfjötur (algemas), Hökk (tumulto), Hrist (terremoto), Kara (voragem), Mist (névoa), Randgridr (escudo), Reginleif (herança divina), Svana (golpe), Rota (turbilhão), Skeggjöld (machado de combate), Sigdrifa (raio de vitória), Sigrum (vitória) e Thrunder (poder). Outras fontes mencionam também: Alvtr, Geirabol, Hladgur, Herja, Judur, Ölrun, Prudr, Reginleif e Svipul. As líderes eram: Gundr, Rota e a Norne Skuld (a que está sendo); o grupo podia ser composto de nove, treze ou vinte e sete valquírias.

   O nome "Valquíria" significava "as que escolhiam os mortos" e, segundo a crença, mesmo quando o próprio Odin pedia às Valquírias que levassem um determinado herói ao seu salão, elas só atendiam quando este não era um de seus protegidos.
    As deusas da guerra também eram consideradas deusas da fertilidade; vestidas com armaduras e armadas de flechas, espadas e escudos, e elas emergiam subitamente das nuvens, em meio a relâmpagos e trovões provocados por seu galope. O produto disso era o orvalho que umedecia a terra, que se originava do suor de seus cavalos e a aurora boreal, que se formava do reflexo da luz em seus escudos.

   Uma das lendas mais famosas que se refere às Valquírias é a história de Brunhilde. Ela seria a heroína da lenda do rei Sigurd: Odin havia ordenado a ela que fizesse com que o rei perdesse uma batalha e morresse, em vez disso, ela teria feito o contrário e, como punição, principalmente por ela se tratar da filha favorita de Odin, teria prendido Brunhilde em uma muralha de fogo, onde ela ficou adormecida até que Sigurd, montado em seu cavalo mágico, atravessou as chamas e a acordou com um beijo.
    
  Outra história famosa é a de Svava, a protetora do herói Helgi quando criança. Ela teria encarnado como a princesa Sigrune e posteriormente se casado com o herói, acompanhando-o até na hora da morte. Essa lenda descreve uma crença antiga que considerava as Valquírias espíritos guardiães de algumas famílias ligadas a certos heróis por toda a vida, recebendo sua alma após a morte e encarnando depois na mesma família, para auxiliar e proteger os descendentes.
   Lendas anglo-saxônicas também relatam aparições de figuras femininas sobrenaturais no meio da neblina, que auxiliavam os guerreiros nos combates. Às vezes, elas se revelam mulheres de extraordinária beleza, tornavam-se amantes dos guerreiros mais valentes e depois desapareciam.

http://4.bp.blogspot.com/-8FB4qbSoxiE/Tc3jO6lRIPI/AAAAAAAAAs0/QQwM8991bLM/s400/Valquiria5.jpg
    Nos primórdios dos tempos, as Valquírias foram adoradas com sacrifícios (geralmente, animais), mas hoje, elas possuem uma conotação mais benigna e foram trazidas para nossa vida atual. De deusas da guerra, passaram a representar o lado escuro de nossas mentes e corações. Quando uma Valquíria está ao nosso lado, podemos viajar a estes lugares e retornarmos mais fortalecidos.
    As Valquírias chegam até nossas vidas, para nos lembrar que, assim como a semente precisa ser enterrada na terra escura, nosso espírito também necessita abraçar sua escuridão a fim de crescer, buscando a verdade.
   A busca do verdadeiro herói implica em uma viagem, da inconsciência até a conscientização, das tenebrosas profundezas até as altitudes luminosas, da dependência à autossuficiência. Alguns rituais podem auxiliar nesta caminhada.

Elemento: Ar/Água
Animais totêmicos: cisne, corvo, gavião, cavalo alado.
Cores: branco, prateado, furta-cor.
Árvores: freixo, sorveira, teixo.
Plantas: acônito, cólquito, centáurea.
Metais: bronze, ferro.
Pedras: labradorita, opala, safira.
Data de celebração: 31/01 e 16/02
Símbolos: armadura, escudo, elmo, corrente de metal, objetos de poder, escudos fluidicos de proteção, aurora boreal, penas de cisne, corvo e gavião, múltiplos de três, talismãs rúnicos de proteção mágica. "A Cavalgada das Valquírias" (música de Wagner).
Runas: Algiz, as, calc, ziu.
Rituais: de proteção em situações de perigo; conexão com seu anjo da guarda; para vencer o medo da morte e auxiliar os espíritos na transição; para confeccionar e imantar escudos ou símbolos de proteção.

Sobre os feitiços que não dão certo...

domingo, 26 de outubro de 2014

Oi pessoal, como estão?
De uns tempos pra cá, eu tenho visto muito na internet pessoas relatando que fizeram X feitiços e nenhum deu certo. E a culpa sempre sobra pra quem? Para o bruxo que fez/postou o feitiço, oras! Mas não é assim que a coisa funciona.

O que não falta nesse mundo é gente descompromissada, achando que os feitiços são apenas macetes que podem resolver qualquer probleminha. Mas poxa vida, o que custa tentar resolver seus problemas de forma prática, sem o uso da magia? Os feitiços NÃO vão resolver tudo, pois embora eles sejam feitos para alcançar um objetivo, nem tudo na vida tem que ser feita com magia!
E outra, você não pode deixar que o mesmo faça tudo sozinho. Do que adianta fazer um feitiço para conseguir um emprego, se você continua com a bunda grudada no sofá? Do que adianta fazer um feitiço para paz e harmonia se você insiste a provocar brigas e desavenças? Exatamente isso, nada. O mesmo que cavar um poço e só sair lama. O feitiço é só um empurrãozinho para alcançar sucesso no objetivo.

E tem mais, não adianta fazer um ritual baphônico de dar inveja as inimigas se você não acredita que irá dar resultado. Se for pra fazer só para ter certeza que funciona ou não, nem tente, não vai resultar em nada. A magia só funciona se você tiver fé no que deseja. 

É isso gente, então, por favor, antes de fazer um feitiço ou ritual, procurem saber se não há uma forma mais simples de solucionar seus problemas. A magia é muito mais que isto.

 Beijos! ©

Música: Omnia

sexta-feira, 24 de outubro de 2014



Oi gente, quanto tempo! Eu tenho sumido bastante, e além de ter estado estudando muito, eu desanimei um pouco quando o assunto é magia. Mas eu voltei muito melhor, e vou me esforçar pra não deixar ninguém na mão de novo.

"Omnia é uma banda holandesa que intitula-se como 'Neoceltic Pagan FolkLore' (música folclórica pagã celta) com base na Holanda e Bélgica. Seus membros são da Irlanda, Alemanha, Inglaterra e Bélgica. A música assume o ritmo de variadas culturas, como irlandesa, inglesa ou mesmo afeganistã.

Omnia baseia-se nas religiões pagãs da Antiguidade, especialmente a celta (Druidismo). As músicas são relacionadas a divindades e aos tipos de cultos que eram feitos na época antiga e medieval. 

Eles cantam em gaulês, inglês, irlandês, bretão, finlandês, alemão, latim e hindi. Tocam instrumentos ritualísticos, como harpa celta, harpa de boca, sanfona, bodharán, guitarra, bouzoki, didgeridoo, flautas, gaita de foles, vários tambores e instrumentos de percussão.

OMNIA traz uma mensagem musical de respeito pela natureza, liberdade pessoal e a liberdade de pensamento e de expressão para todos. Nas palavras de Steve Sic: 'Nada é sagrado, só a natureza!'" 
- Last FM (http://www.lastfm.com.br/music/Omnia).


Omnia, na minha opinião, é uma das melhores bandas quando o pedido é relaxar. Eu não era do tipo que escutava músicas celtas. Embora eu tivesse uma playlist com artistas variados desse gênero, preferia  música moderna. Mas Omnia abriu todas as exceções que eu tinha, e além de ter sido a primeira banda celta que escutei, foi a minha porta de entrada para o gênero musical - que agora é um dos meus gêneros preferidos. Confira abaixo algumas músicas da banda:




Selecionei algumas músicas, a maioria do novo álbum. Para baixar o álbum (Earth Warrior) completo, clique aqui.
Então é isso gente, queria pedir novamente desculpas pelo meu sumiço. Eu tinha me afastado por problemas nos estudos, mas pretendo voltar a ativa.
Obs: Se encontrar esse post em outro blog, fui eu que postei. Estava sem postar aqui há um tempo, e sem postar no blog Orpheus tem uns três meses, então resolvi atualizar os dois.
Blessed Be!


HAPPY HALLOWEEN! / Minha Opinião

quarta-feira, 22 de outubro de 2014
Olá a todoos! Como estão? bem eu espero.
Hoje vou compartilhar com vocês um pouco sobre o meu conhecimento do Halloween.
O Halloween realmente não é a festa mais comemorada entre os Brasileiros mas muitos a comemoram e outros acreditam que a comemorando invocam espíritos ruins e fazem alianças com satanás. NADA HAVER!
Hoje quero deixar aqui o ensinamento básico e tipico do Halloween, não a história desta comemoração de acordo com algumas religiões.
O Ensinamento típico é que se você apenas quer se divertir com seus amigos ou amigas, a diversão pode ser concretizada de forma tão simples quanto chamar amigos para brincar na sua casa, afinal quem nunca fez isso quando criança?
Se tiver alegria saudável, vai ser uma festa saudável.
De acordo com o modo de pensar de muitos, se fantasiar de Bruxa (sim, aquela típica fantasia cheia de verrugas e imperfeições no nariz.) é algo ignorante, pois até hoje muitos ainda acreditam na bruxa como o ser mágico, encantado, feio e UAU! preciso falar mais alguma coisa? Não né... vocês já sabem Hahahah! Ah gente, eu acho que tudo é um modo de pensar, então se vocês acreditam na bruxa como esse ser esquisito, basta estudar, ver a realidade de como é uma verdadeira bruxa (o).
Imperfeições são criadas pelo tempo, então não sei se a imagem da bruxa é feia por causa de alguém que viu uma bruxinha beeem velhinha e achou que todas as bruxas fossem iguais a ela.... Ok, é só uma ideia Hahaha...


É claro que temos com nós, ás vezes, aquela paixonite pelos filmes da Disney que mostram tuuuudo errado, mas fazer o que né! Os efeitos que eles usam, as músicas, a qualidade da imagem, tudo... tudo faz nós amarmos os filmes. É normal, calma. Não é só porque você é uma bruxa (o) que você deve achar tudo um apocalipse de macacos (de macacos porque tenho medo de macacos).
ACALME-SE!
É normal gostar de coisas mesmo que elas não sejam a verdade. É a imaginação popular. Muitas pessoas pegam o preconceito por Bruxos e Bruxas devido a isso. Então temos de saber ver os dois lados, o lado em que o bruxo deve ser educado e gentil, porém expressando sua real forma e o lado em que seu amigo,por exemplo deve te tratar.
Lembre-se de nunca se inspirar nesses filmes, porque não são reais.
Comemore o Halloween de uma forma legal! Na minha opinião podemos se fantasiar do que quiser! Mas cada vez mais, busque levar a realidade da Magia nos dias de hoje para as pessoas. ( mas eu também acho que se fantasiar do modo um pouco mais realista é a melhor forma de ir em uma festa de Halloween.)
Doces ou Travessuras?
FELIZ HALLOWEEN!